Notícias e informações pra você

Yahoo Finanças fala das vantagens da Prestho para idosos

Yahoo Finanças fala das vantagens da Prestho para idosos

Fonte: Yahoo Finanças.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população brasileira acima de 65 anos de idade 26% entre 2012 e 2018. E é um movimento que deve se perpetuar: segundo o Ministério da Saúde, em 2030, o número de idosos ultrapassará o de crianças. De olho nisso, startups começam a focar na terceira idade.

É o caso da Prestho, fintech de empréstimo consignado focada em aposentados e pensionistas do INSS. Na plataforma, uma tecnologia analisa o perfil do cliente e oferece as melhores propostas. Depois, o usuário pode contratar o serviço online, sem restrições de horário — algo que bancos tradicionais no Brasil ainda não oferecem.

Toda a tecnologia da Prestho foi desenvolvida de olho nas dificuldades dos idosos em embarcar no mundo digital. A fonte é maior, por exemplo, e a navegação é mais intuitiva, muito baseada em cores e personalização dos canais de atendimento. A ideia é que o usuário acima dos 65 anos não sinta dificuldades ao navegar.

“Quando o idoso solicita o crédito consignado pela plataforma, precisamos de uma selfie para comprovar a identidade. Mas ele não entende esse termo. Por isso, pedimos uma foto do rosto, do ombro pra cima”, explica Patrícia Soares, CEO da startup. “Fizemos um estudo de 12 meses para entender o comportamento deste usuário e nos adequarmos.”

Alcance

O resultado tem surtido efeito. Segundo dados da startup, 42% das simulações de créditos realizadas na plataforma foram feitas por idosos, fora do horário comercial. Novos canais de empréstimos também estão sendo desenvolvidos com foco no usuário da terceira idade, como chat online, Messenger e WhatsApp.

“Quando o idoso vai no banco receber a aposentadoria, ele sofre assédio. Às vezes, até contrata crédito consignado sem saber o que é ou as taxas”, afirma a executiva. “O que queremos fazer é dar liberdade para ele ver ofertar, analisar as melhores opções. E sempre na hora que quiser, na poltrona de casa, enquanto é intervalo da novela ou assa um bolo”.

Por fim, a empresa ressalta que é importante também investir na educação financeira de seus usuários sêniores. “A gente busca dar o máximo de informação para o idoso antes que ele faça um crédito consignado. Falamos sobre portabilidade, taxas, orçamento”, diz a executiva. “Queremos que o empréstimo consignado seja o aliado. Não o vilão da história”.