Vale a pena fazer empréstimo para reforma da casa?

Vale a pena fazer empréstimo para reforma da casa?

Depois de alguns anos, sua casa começou a apresentar problemas e precisa de uma reforma? Ou você simplesmente gostaria de dar um toque especial, refazendo a pintura e deixando a casa mais moderna? Não importa o motivo. A verdade é que nem sempre temos recursos imediatos para realizar nossos sonhos, não é mesmo. Um empréstimo para reforma pode tornar esse sonho mais próximo. Por isso, trouxemos neste artigo o esclarecimento de algumas dúvidas para que você fique pronto para iniciar já a reforma na sua casa!

Quando o empréstimo é interessante?

Se a reforma não for urgente e indispensável para continuar morando na casa ou essencial para o bem-estar dos moradores, o ideal seria juntar o dinheiro para realizá-la. Ao pagar à vista, você evita as dívidas.

Mas, muitas vezes, o que acontece é que deixamos a reforma sempre para depois. Quando vamos nos dar conta, ela já passou da hora e fica insustentável adiar mais. Algumas situações precisam de conserto imediato, como uma fiação elétrica que está gerando risco de incêndio, um cano que estourou e precisa ser trocado ou restaurado ou uma parede que está descascando por causa da umidade e causando alergia nos moradores.

Quando o imóvel precisa de reparos como esses, o empréstimo para reforma pode ajudar a pagar a despesa. Dessa forma, você conserta o que precisa e, meses depois, quita toda a dívida.

Empréstimo para reforma: qual modalidade é a mais vantajosa?

Antes de optar por uma modalidade de empréstimo para reforma, é necessário verificar a taxa de juros cobrada e o Custo Efetivo Total (CET) da operação, que mostra o valor final do empréstimo, incluindo o preço de seguros e taxas adicionais. Dependendo do custo da taxa, é melhor você avaliar outra modalidade de empréstimo para reforma.

Ao optar pelo financiamento de reforma, você pode pagar juros de 4% a 5% ao mês nos grandes bancos, enquanto, se você é aposentado ou pensionista, consegue obter taxas mais reduzidas (cerca de 1,9% ao mês em média) se optar pelo empréstimo consignado.

Com o empréstimo consignado, as parcelas são descontadas diretamente do benefício do INSS. Dessa forma, você não precisa se preocupar se terá dinheiro para pagar o empréstimo para reforma nem com juros referentes a pagamentos atrasados, já que o pagamento das parcelas estará garantido antes mesmo de você receber o benefício do INSS.

Você ainda não tem certeza de que o empréstimo consignado pode ser interessante para a sua reforma? Experimente o nosso simulador e saiba qual valor você tem disponível e quais são as taxas de juros:

Simulador de empréstimo consignado Prestho

Empréstimo Consignado

Gostou do nosso artigo?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *