Artigos e dicas para viver a melhor idade

Salário mínimo 2020: veja como será o reajuste para aposentados e pensionistas do INSS

Chega o início de ano e é hora de ver qual é o aumento do salário mínimo. Afinal, esse valor influencia no reajuste dos benefícios para aposentados e pensionistas, não é mesmo?

É muito importante saber quanto de grana a gente vai ter a mais. Assim, fica mais fácil de fazer planos: pagar as dívidas, fazer um pé-de-meia, planejar uma viagem, comprar um celular novo, entre tantos outros objetivos.

Veja só como ficaram os novos valores!

Novo salário mínimo para 2020

O novo salário mínimo é de R$ 1.039,00. Até então, esse valor era de R$ 998,00. Mesmo com o aumento de R$ 41,00, isso não significa que houve um ganho real.

Esse novo valor apenas inclui a correção pela inflação prevista para 2020, de acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). O planejamento inicial que o Ministério da Economia fez na proposta orçamentária for de R$ 1.031,00. O aumento de R$ 8,00 além do previsto foi puxado pela recente alta no preço da carne bovina, o que empurrou a inflação.

Reajuste do INSS

Com a mudança do salário mínimo, o piso do INSS passa a seguir o mesmo valor de R$ 1.039,00, com reajuste de 3,31%, apenas para inflação e sem ganho real.

Em 2019, o teto do INSS foi de R$ 5.839,45. Já para este ano, com a aprovação do orçamento, agora o valor será ajustado para R$ 6.032,73.

Esses novos valores influenciam também abrem novas possibilidades, como uma nova margem para fazer empréstimos consignados com juros baixos

Calendário de pagamento do benefício

Quer saber quais são as datas para receber o seu benefício durante 2020? O INSS já liberou o calendário de pagamentos! São cerca de 35 milhões de aposentados e pensionistas já podem checar as datas de depósito dos benefícios. 

Quem recebe até um salário mínimo, começa a receber o benefício do mês do exercício um pouco antes. Já quem tem a renda mensal acima do piso, os pagamentos começam a ser feitos depois. 

A orientação do INSS é que os segurados fiquem atentos: a data de depósito dos proventos depende do número final do cartão de benefício, sem considerar o último dígito verificador, que aparece depois do traço.

Confira o calendário de pagamento do INSS:

Continue acompanhando nosso blog!

Quer ficar em dia com as notícias sobre os benefícios do INSS? Também gosta de dicas e aprender mais sobre o mundo digital? Continue lendo o blog da Prestho! Estamos sempre atualizando com informações fresquinhas para você.

Acesse sua área na Prestho e acompanhe a situação de suas solicitações de empréstimo.

Saiba sobre os valores disponíveis e taxas reais aplicadas e finalize seu pedido sem compromisso.

A autorização para a contratação deve ser dada por você.

É seguro!

© Copyright 2020 - Prestho - Todos os direitos reservados
Política de Privacidade e Termos de Uso do Serviço

© Copyright 2020 - Prestho - Todos os direitos reservados

A plataforma www.prestho.com.br pertence à PRESTHO DIGITAL LTDA, CNPJ: 10.299.040/0001-30, com sede na Avenida Rondon Pacheco, 3338 CEP: 38408-404, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. Para entrar em contato, utilize o e-mail: contato@prestho.com.br.

A Prestho apenas intermedia as operações de consignado, entre os usuários e os bancos parceiros. A análise de crédito e a liberação do valor na conta do cliente é feita única e exclusivamente pelos bancos parceiros. A aprovação de créditos consignados descritos nesta plataforma está sujeita a margem consignada e averbação por parte o orgão pagador. As taxas de juros praticadas no empréstimo consignado e no cartão de crédito consignado são determinadas pelos bancos parceiros, conforme suas políticas e serão, sempre confirmadas e exibidas antes de qualquer contratação. A quantidade de parcelas para quitação do empréstimo no convenio INSS será sempre de 72 nas contratações feitas pela plataforma ou App.

Exemplo representativo utilizando as taxas máximas de contratação para aposentados e pensionistas do INSS: um empréstimo de R$ 1.000,00, parcelado em 72 meses, terá parcelas de R$ 28,57, com um valor final do contrato de R$ 2.057,04, tendo como dados adicionais para esse exemplo o IOF, com o valor de R$ 31,24, sem tarifa de cadastro, juros de 2,08% a.m. (28,0230% a.a.) e o CET, de 2,19% a.m. (30,13% a.a).

Utilize seu crédito de forma consciente e somente em caso de necessidade.

Os produtos oferecidos estão sujeitos a alterações utilizando taxas mais vantajosas para o cliente, a depender de fatores determinados pelos bancos parceiros.