Artigos e dicas para viver a melhor idade

Vale a pena fazer empréstimo para reforma da casa?

Vale a pena fazer empréstimo para reforma da casa?

Depois de alguns anos, sua casa começou a apresentar problemas e precisa de uma reforma? Ou você simplesmente gostaria de dar um toque especial, refazendo a pintura e deixando a casa mais moderna? Não importa o motivo. A verdade é que nem sempre temos recursos imediatos para realizar nossos sonhos, não é mesmo? Um empréstimo para reforma pode tornar esse sonho mais próximo. Por isso, trouxemos neste artigo o esclarecimento de algumas dúvidas para que você fique pronto para iniciar já a reforma na sua casa!

Quando o empréstimo é interessante?

Se a reforma não for urgente e indispensável para continuar morando na casa ou essencial para o bem-estar dos moradores, o ideal seria juntar o dinheiro para realizá-la. Ao pagar à vista, você evita as dívidas.

Mas, muitas vezes, o que acontece é que deixamos a reforma sempre para depois. Quando vamos nos dar conta, ela já passou da hora e fica insustentável adiar mais. Algumas situações precisam de conserto imediato, como uma fiação elétrica que está gerando risco de incêndio, um cano que estourou e precisa ser trocado ou restaurado, ou uma parede que está descascando por causa da umidade e causando alergia nos moradores.

Quando o imóvel precisa de reparos como esses, o empréstimo para reforma pode ajudar a pagar a despesa. Dessa forma, você conserta o que precisa e, meses depois, quita toda a dívida.

Empréstimo para reforma: qual modalidade é a mais vantajosa?

Antes de optar por uma modalidade de empréstimo para reforma, é necessário verificar a taxa de juros cobrada e o Custo Efetivo Total (CET) da operação, que mostra o valor final do empréstimo, incluindo o preço de seguros e taxas adicionais. Dependendo do custo da taxa, é melhor avaliar outra modalidade de empréstimo para reforma.

Ao optar pelo financiamento de reforma, você pode pagar juros de 4% a 5% ao mês nos grandes bancos, enquanto, se você é aposentado ou pensionista, consegue obter taxas mais reduzidas (cerca de 1,9% ao mês em média) se optar pelo empréstimo consignado.

Com o empréstimo consignado, as parcelas são descontadas diretamente do benefício do INSS. Dessa forma, você não precisa se preocupar se terá dinheiro para pagar o empréstimo para reforma, nem com juros referentes a pagamentos atrasados, já que o pagamento das parcelas estará garantido antes mesmo de você receber o benefício do INSS.

Você ainda não tem certeza de que o empréstimo consignado pode ser interessante para a sua reforma? Experimente o nosso simulador e saiba qual valor você tem disponível e quais são as taxas de juros:

Acesse sua área na Prestho e acompanhe a situação de suas solicitações de empréstimo.

Saiba sobre os valores disponíveis e taxas reais aplicadas e finalize seu pedido sem compromisso.

A autorização para a contratação deve ser dada por você.

É seguro!

© Copyright 2019 - Prestho - Todos os direitos reservados
Política de Privacidade e Termos de Uso do Serviço

© Copyright 2019 - Prestho - Todos os direitos reservados

A plataforma www.prestho.com.br pertence à PRESTHO DIGITAL LTDA, CNPJ: 10.299.040/0001-30, com sede na Avenida Rondon Pacheco, 3338 CEP: 38408-404, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. Para entrar em contato, utilize o e-mail: contato@prestho.com.br.

A Prestho apenas intermedia as operações de consignado, entre os usuários e os bancos parceiros. A análise de crédito e a liberação do valor na conta do cliente é feita única e exclusivamente pelos bancos parceiros. A aprovação de créditos consignados descritos nesta plataforma está sujeita a margem consignada e averbação por parte o orgão pagador. As taxas de juros praticadas no empréstimo consignado e no cartão de crédito consignado são determinadas pelos bancos parceiros, conforme suas políticas e serão, sempre confirmadas e exibidas antes de qualquer contratação. A quantidade de parcelas para quitação do empréstimo no convenio INSS será sempre de 72 nas contratações feitas pela plataforma ou App.

Exemplo representativo utilizando as taxas máximas de contratação para aposentados e pensionistas do INSS: um empréstimo de R$ 1.000,00, parcelado em 72 meses, terá parcelas de R$ 28,57, com um valor final do contrato de R$ 2.057,04, tendo como dados adicionais para esse exemplo o IOF, com o valor de R$ 31,24, sem tarifa de cadastro, juros de 2,08% a.m. (28,0230% a.a.) e o CET, de 2,19% a.m. (30,13% a.a).

Utilize seu crédito de forma consciente e somente em caso de necessidade.

Os produtos oferecidos estão sujeitos a alterações utilizando taxas mais vantajosas para o cliente, a depender de fatores determinados pelos bancos parceiros.